Lentes de Contato

As lentes de contato geralmente servem para a mesma proposta corretiva que os óculos convencionais, porém elas são mais leves e visualmente invisíveis. Fora que as lentes de contato corrigem a miopia com 5% a mais de eficácia comparada aos óculos convencionais.Muitas lentes comerciais são tingidas com um azul fraco para torná-las mais visíveis quando estiverem imersas em soluções de conservação ou limpeza. As lentes cosméticas e as corretivo-cosméticas são coloridas propositalmente de modo que alteram a aparência do olho.

Estima-se que cerca de 125 milhões de pessoas no mundo usem lentes de contato (2% da população mundial), incluindo 28 a 38 milhões nos Estados Unidos e 13 milhões no Japão. Os tipos de lentes usadas e prescritas variam consideravelmente entre os países, com as lentes de contato rígidas representando cerca de 20% das lentes prescritas no Japão, Holanda e Alemanha, porém representando menos de 5% das prescritas na Escandinávia.

As pessoas escolhem usar lentes de contato por diversas razões.
Muitos consideram que sua aparência fica mais atraente com o uso de lentes de contato, em comparação com os óculos. As lentes de contato são menos afetadas pelo clima úmido, não embaçam e proporcionam um campo de visão mais amplo. Elas são mais adequadas para diversas atividades esportivas. Adicionalmente, condições oftalmológicas como a ceratocone e aniseiconia podem não ser precisamente corrigidas com o uso de óculos.

Existem diversos tipos de lentes de contato, entre elas estão as rígidas e as gelatinosas. As lentes rígidas podem ser acrílicas (não permeáveis ao oxigênio), as gás permeáveis e híbridas. As lentes gás permeáveis são feitas de combinações de polímeros de polimetilmetacrilato com polímeros de silicone e fluor. As lentes híbridas podem ser de dois tipos, de centro rígido e uma zona periférica gelatinosa e também toda a lente rígida mas envolta em uma película gelatinosa em volta de toda a lente. As lentes de contato gelatinosas são recomendadas para quem está se adaptando, pois são mais confortáveis e baratas.

Lentes rígidas esclerais e semi-esclerais são lentes de tamanhos maiores que as lentes corneanas. As lentes de contato rígidas gás permeáveis semi-esclerais e esclerais são utilizadas para fins de correção óptica ou terapêutica e possuem diâmetros maiores e são adaptadas na esclera (porção branca do olho), são geralmente muito confortáveis embora de maior complexidade geométrica. No Brasil somente existe um tipo sendo fabricada atualmente que é a Semi-Scleral Bastos (SSB). Estas lentes tem indicação terapêutica em casos de síndrome de olho seco severo, Síndrome de Stevens-Johnson, Síndrome de Sjögren, entre outras neuropatias da córnea. Outra indicação destas lentes são córneas com grande astigmatismo irregular que requerem correção óptica quando as demais lentes rígidas, gelatinosas ou híbridas não possibilitam uma boa adaptação.

Uma lente de contato de uso diário, cerca de 10 horas por dia,é projetada para ser removida antes do usuário dormir. Uma lente de contato de uso estendido é projetada para o uso continuo durante a noite, tipicamente durante 6 ou mais noites consecutivas. Novos materiais, como o hidrogel de silicone, permitem até mesmo períodos de uso maiores, até 30 noites consecutivas, sendo estas lentes conhecidas como de uso contínuo. Geralmente, as lentes de uso estendido são descartadas após o tempo de duração especificado. Estas lentes estão ficando cada vez mais populares, devido à sua conveniência. As lentes de contato de uso estendido e uso contínuo podem ser usadas por períodos tão longos pois elas possuem uma alta permeabilidade ao oxigênio (tipicamente 5-6 vezes maiores que as lentes soft tradicionais), o que as permitem ficar no olho sem causar problemas de saúde.

Os usuários de lentes de contato de uso estendido podem ter um risco aumentado de infecções e úlcera de córnea, principalmente devido ao cuidado precário, má limpeza, instabilidade do filme lacrimal e estagnação de bactérias. A neovascularização da córnea tem historicamente sido uma complicação comum das lentes de uso estendido, embora isso não aparente ser um problema com as lentes de silicone hidrogel de uso estendido. A complicação mais comum das lentes de uso estendido é a conjutivite, geralmente alérgica ou conjuntivite papilar gigante, às vezes associada com a má acomodação das lentes de contato.

É sempre recomendado conversar com seu oftalmologista, para que ele determine se pode ou não usar as lentes de contato por longos períodos. Mesmo que possa usar, você é obrigado a lavar as lentes de contato periodicamente, ou causará sérios problemas aos olhos.

Armações

Enquanto que os primeiros óculos eram usados principalmente para auxílio da leitura, hoje em dia os óculos são mais do que simples próteses de correção de deformidades visuais, sendo que, são agora um dos principais acessórios de moda das sociedades modernas.

Estima-se que, a cada dia que passa, centenas de novos modelos de armações de óculos sejam lançados no mercado em novas cores, designs e materiais.

Nas décadas de 1920 e 1930 e após a Primeira Guerra Mundial, a indústria de aviões, que primava pela construção de aeronaves modernas e capazes de alcançar altitudes impressionantes para a época, crescia de forma constante. Os pilotos eram prejudicados pela claridade excessiva do sol sobre as nuvens e sofriam distorções visuais.

A força aérea dos Estados Unidos encomendou lentes especiais para combater os danos criados pelos raios UV. Foram cerca de dez anos de pesquisas, mas finalmente foram criadas as lentes verdes de cristal especial capaz de reflectir e bloquear um alto nível de luz solar, além de proteger contra os raios ultravioleta e infravermelhos.

O design foi inspirado nas primeiras máscaras criadas para pilotos de avião. Foi baptizado como Anti-Glare Aviator e somente em 1937 passou a ser chamado de Ray Ban ganhou armação dourada e as ruas do mundo inteiro.

Antes da explosão fashionista do aviador, outros modelos já roubavam a cena nas ruas e passarelas do mundo inteiro. As primeiras peças a se tornarem febre entre o público foram os óculos redondos, originados na década de 1920, e que retornaram depois na década de 1970.

Também foi responsável por trazer à tona outros designs. Querido entre as celebridades, o modelo Wayfarer foi um dos destaques da época, tudo devido ao seu visual ousado para a moda atual.
Similar a uma máscara de carnaval, a armação gatinho, ou arlequim, foi outro fruto do período. Constantemente usado por pin-ups, o modelo era destaque por seu desenho inovador. O sucesso da armação foi tanto que gerou posteriormente outro modelo similar, os óculos borboleta.

Muito destes se reinventaram ao longo dos anos, já outros foram criados do zero. A proposta para cada um sempre é beneficiar o estilo e conforto de todos os rostos. Entre os estilos ainda presentes no mercado existem também o retangular, oversized e quadrado.

Lentes Monofocais

Lentes monofocais são lentes oftálmicas que concentram a luz em apenas um foco, para longe ou para perto, sendo utilizadas para corrigir ametropias como miopia e hipermetropia. Podem ser oculares ou de contato.

As lentes monofocais ajudam a imagem a se formar exatamente sobre a retina, para que o paciente possa enxergar com nitidez. No caso dos míopes, em que os pacientes têm dificuldade para enxergar de longe, a imagem se forma antes da retina, por isso, as lentes utilizadas são as divergentes, ou seja, separar os raios, para que se encontrem na retina.
Já no caso da hipermetropia, em que há dificuldade para enxergar de perto, a imagem se forma depois da retina. Para corrigi-la, as lentes precisam ser convexas, que fazem com que os raios de luz se aproximem e atinjam o ponto correto.

Quem precisa de óculos apenas para ler ou ver melhor ao perto ou ao longe não tem de gastar muito dinheiro em lentes de que não necessita. A opção pelos óculos monofocais é a mais racional e econômica para o seu caso em concreto.
Os óculos monofocais apresentam várias vantagens em relação às lentes progressivas ou bifocais, sendo a mais evidente o preço.
– São as mais adequadas para ver só perto ou ao longe;
– São lentes ideais para ler;
– São mais baratas;
– Permitem ver sem serem necessários movimentos específicos;
– A força é igual em toda a lente, exigindo menos esforço;
Estas são algumas das vantagens dos óculos monofocais, relativamente a lentes de outros tipos. No entanto, é importante reforçar que a opção por este tipo de lentes só é possível quando o utilizador vê apenas ao longe ou apenas ao perto.

Lentes Multifocais

Lentes multifocais, também conhecidas como progressivas, são uma classificação de lentes para óculos. Recebem esse nome porque têm múltiplos focos, auxiliando pacientes que tem problemas como presbiopia, especialmente quando associada a outra ametropia, como miopia e hipermetropia.
A visão constitui 90% da nossa experiência sensorial. É por isso que a escolha da lente adequada tem um impacto decisivo na qualidade de vida de qualquer pessoa que usa óculos.
As pessoas começaram a perceber que não havia uma grande ligação entre a idade de uma pessoa e o grau da lente necessário para uma visão adequada. Os vendedores de óculos viajavam de porta em porta e vendiam lentes corretivas para óculos com base na idade do comprador.

Então, se você tem mais de 40 anos e está com a vista cansada (ou presbiopia), encontre a lente multifocal que mais atende suas necessidades.

É importante que você considere nesta seleção suas atividades diárias, seu trabalho, seu lazer e seus objetivos de vida. Deste forma, fica mais fácil saber qual é a lente multifocal ideal para você.

A Tecnologia permitiu que as lentes multifocais evoluíssem, tornando as imagens mais definidas, claras, nítidas e vivas para os usuários de óculos.

Esta evolução pode ser comparada á passagem de VHS para o DVD, do som estéreo para o home theater, do walkman para o ipod.

As lentes multifocais proporcionam uma área útil, nítida, da visão de perto maior e mais alta.

Assim independentemente da sua necessidade de foco, você terá a nitidez necessária para ler, sem ter que sair da sua postura natural.

Lembre-se de que a qualidade da sua visão impacta na sua qualidade de vida, e a qualidade da lente dos seus óculos é muito importante.